Quando e como a criança aprende a subir escadas

Após algumas fases vencidas, chega a hora de seu filho alternar pernas e pés nos degraus que encontrar pela frente. Saiba como ajudá-lo nessa etapa, que costuma acontecer de maneira gradual a partir dos 14 meses.

Depois de aprender a andar, a criança continua querendo explorar o mundo para alcançar novos territórios. Os degraus se colocam como um desafio, mas é preciso acompanhar de perto essa conquista, já que as escadas oferecem um grande risco dequeda – inclusive para os adultos. “O que os pais podem fazer é dar oportunidade ao filho de subir escadas baixas com apoio ou até mesmo subir e descer do sofá”, diz o especialista.

Nesse momento, duas habilidades são fundamentais: coordenação muscular e força. “Esse aprendizado é muito natural e faz parte do desenvolvimento neuropsicomotor. A criança começa a subir degraus mais baixos a partir de 14 meses e o processo todo vai até por volta dos 2 anos”, explica o ortopedista pediátrico Bruno Massa, do Instituto de Ortopedia do Hospital das Clínicas, em São Paulo, que não recomenda que os pais estimulem esse processo. “Tudo deve acontecer naturalmente.”

A psicomotricista e fonoaudióloga Raquel Caruso, da Equipe de Diagnóstico e Atendimento Clínico (Edac), em São Paulo, concorda. “É função dos adultos dar apoio no começo da empreitada. Eles podem segurar a criança pelas mãos, orientar que é preciso apoiar na parede, mas devem deixar que ela faça o movimento sozinha, sem direcionar demais”, explica.

Na hora de subir e descer escadas pela primeira vez, seu filho não terá força e nem equilíbrio para levantar uma perna e depois a outra, por isso, vai colocar os dois pés em um degrau para só depois seguir adiante. O treino é progressivo e não tem passos pré-definidos. “Cada um vai encontrar o próprio jeito”, aponta Bruno Massa. Algumas crianças sentam no degrau para subir e descer, enquanto outras pulam de um para o outro com as pernas juntas, até conseguir alternar as pernas da maneira correta.

O mesmo movimento vale para escalar brinquedos, como escorregadores e pula-pulas, o que muda é o tipo de escada, que pode ser vazada ou de plástico. O aprendizado é igual e vai se adaptar a diferentes tipos de degrau, com altura, largura e formato diversos. Nessa mesma fase, a criança desenvolve a habilidade de saltar, porque a musculatura trabalhada é a mesma.

 

Share this post

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *


1
Olá tudo bem?
Como posso ajudar?
Powered by